Logo da USF - Universidade São Francisco

logo usf
logo usf
Imagem Geral

Especialização/MBA

Especialização/MBA

Cursos    Campus
Saúde Mental

Capacita profissionais da saúde por meio do desenvolvimento de práticas interdisciplinares comunitárias e do referencial clínico, além de estabelecer um diálogo conceitual entre as várias áreas do saber, no intuito de tratar o sofrimento psíquico. Proporciona conhecimento teórico e atividades práticas realizadas no Hospital-Dia por meio da existência do serviço de psiquiatria.

Carga horária total: 400 horas

Coordenador do Curso

 Prof. Dr. Luiz Fernando Ribeiro da Silva Paulin possui doutorado em Saúde Mental pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Atualmente é professor associado de psiquiatria do curso de medicina da Universidade São Francisco, onde coordena o internato médico de saúde mental. É coordenador do Programa de Pós Graduação Lato Sensu de saúde mental da Universidade São Francisco e coordenador do Hospital-Dia-Escola em Saúde Mental do Hospital Universitário São Francisco Universidade São Francisco. Atualmente coordena a Comissão de Residência Médica do Hospital Universitário São Francisco(2010-2012) Médico plantonista concursado da Unidade de Pronto Atendimento de psiquiatria da Prefeitura Municipal de Bragança Paulista. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Psiquiatria, atuando principalmente nos seguintes temas: efeitos adversos, antidepressivos, assistência psiquiátrica hospitalar, psiquiatria social e psiquiatria - história.


Para conferir o Currículo Lattes, clique aqui.

Pré-requisitos

Diploma de Curso Superior na Área de Saúde.

Áreas de atuação

CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), UBS (Unidades Básicas de Saúde), oficinas terapêuticas, hospitais e PSF (Programa de Saúde da Família).

Disciplinas

RESOLUÇÃO CONSEPE 54/2008

Turno: NOTURNO LATO SENSU Currículo: 0001-LS Regime: SEMESTRAL

Serie: MATRIZ CURRICULAR

CONCEITOS EM PSICOPATOLOGIA | 20.0 h

EMENTA: Conceito de Psicopatologia. Critérios de normalidade e causalidade psíquicas. Distúrbios das funções psíquicas - alterações da consciência - da percepção - da memória - do pensamento - da linguagem - delírios da afetividade, da vontade e da psicomotricidade. Introdução ao estudo das neuroses - Os estados limites.. Classificação dos Transtornos mentais(CID-10 e DSM-IV).
OBJETIVO: Conhecer e reconhecer os fenômenos psíquicos suas alterações mais significativas. Discutir a relação dos fenômenos psíquicos com as patologias psiquiátricas Apresentar os critérios diagnósticos atuais(CID-10 e DSM-IV) e avaliá-los criticamente.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS SOBRE A LOUCURA E A PSIQUIATRIA | 20.0 h

EMENTA: Estudo dos princípios historiográficos da doença mental, através de textos clássicos buscando relacionar com os movimentos sócio-políticos em evidência nos períodos estudados.
OBJETIVO: Apresentar o surgimento do conceito de doença mental através de uma contextualização histórica, enfatizando o período da Idade Média. Discutir o surgimento do alienismo e o tratamento moral Estudar o papel social da internação psiquiátrica Analisar o perfil assistencial do doente mental no Brasil imperial e na Velha República.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
DILEMAS ÉTICOS EM SAÚDE MENTAL | 20.0 h

EMENTA: Princípios éticos em saúde mental, sua finalidade, ações e limites.
OBJETIVO: Discutir situações vividas no cotidiano do profissional de saúde mental, enfatizando os dilemas éticos. Analisar a ética na relação profissional de saúde-paciente Conhecer a ética na psicoterapia Discutir a relação entre doença mental e o crime.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
EPIDEMIOLOGIA APLICADA À SAÚDE MENTAL | 20.0 h

EMENTA: O conceito de epidemiologia em seus aspectos descritivos e analíticos. Indicadores de saúde e padrões de distribuição das doenças, com ênfase nos problemas de saúde mental. Tipos de estudos epidemiológicos e suas aplicações. O método e raciocínio epidemiológico como instrumento de investigação do processo saúde-doença, subsidiando a elaboração e/ou compreensão do diagnóstico de saúde mental de uma população.
OBJETIVO: Desenvolver a compreensão dos conceitos de epidemiologia e aplicar o método e o raciocínio epidemiológico nas investigações do processo saúde-doença, oferecendo subsídios à formulação e avaliação das ações no campo da saúde mental.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
ESTRATÉGIAS DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE MENTAL: SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS | 20.0 h

EMENTA: A Interdisciplinaridade, a saúde e a inter relação entre o biológico e o social, o indivíduo e a comunidade, a política social e econômica. O processo saúde - doença envolvendo condições e razões sócio-históricas e culturais dos indivíduos e grupos. As novas políticas públicas em Saúde Mental e a reorganização das práticas profissionais. Compreendendo o trabalho em equipe multiprofissional mediante novas perspectiva para as ações e o cuidado em saúde mental. A questão do núcleo e do campo e a formação profissional em saúde.
OBJETIVO: Discutir sobre a interdisciplinaridade na saúde, o processo saúde doença e perspectiva da assistência integral.Refletir sobre papel dos profissionais de saúde no trabalho em equipe mediante a reorientação das ações em saúde mental baseado nos princípios da reforma psiquiátrica brasileira. Conhecer as principais dificuldades enfrentadas para o desenvolvimento do trabalho interdisciplinar na área de saúde mental.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
INTERVENÇÕES GRUPAIS EM SAÚDE MENTAL | 40.0 h

EMENTA: Conceito de grupo. O grupo como dispositivo de intervenção nas instituições de saúde. O processo grupal. Técnicas grupais.
OBJETIVO: Apresentar ao aluno os fundamentos teóricos e práticos do trabalho com grupos. Propiciar a compreensão dos fenômenos e dos processos grupais. Apresentar ao aluno diferentes modos de intervenções grupais no contexto da Saúde. Capacitar o aluno no manejo de técnicas grupais.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA | 40.0 h

EMENTA: Evolução do conhecimento e os métodos científicos. Fundamentos de conhecimento, senso comum e ciência. Classificação de pesquisas e variáveis. Pesquisa Experimental. Pesquisa Qualitativa. Pesquisa-Ação. Métodos científicos. Identificação de problema e hipótese de pesquisa. Planejamento e produção de instrumentos de coleta de dados. Registro bibliográfico. Prática de texto científico.
OBJETIVO: Caracterizar o pensamento científico e propor ferramentas adequadas de pesquisa para o desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso, produção de resenhas e artigos científicos.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
PRÁTICAS CLÍNICAS EM SAÚDE MENTAL | 40.0 h

EMENTA: Principais transtornos psíquicos mais prevalentes, etiologia, quadro clínico e tratamento baseado nas evidências clínicas. As Síndromes psíquicas orgânicas. Esquizofrenia e outros transtornos delirantes. Transtornos do humor de ansiedade. Transtornos somatoformes. Transtornos de personalidade. A entrevista clínica Prática: entrevista e estudo de casos.
OBJETIVO: Apresentar as patologias psiquiátricas mais prevalentes Discutir hipóteses etiológicas através do conceito biopsicossocial Possibilitar ao aluno a compreensão dos distúrbios psiquiátricos, através da intensa articulação com a psicopatologia Orientar a terapêutica proposta baseada nas evidências clínicas.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
PSICOFARMACOLOGIA: PRINCÍPIOS GERAIS | 20.0 h

EMENTA: Estudo dos principais agentes farmacológicos utilizadas nas patologias psiquiátricas e seus efeitos na fisiologia do comportamento. Metodologia do uso das drogas.
OBJETIVO: Conhecer os principais psicofármacos, enfocando ações terapêuticas, indicações, contra-indicações e efeitos colaterais, para profissionais não médicos. Correlacionar os psicofármacos, com as patologias psiquiátricas mais prevalentes. Apresentar o uso das medicações em situações especiais(gestantes, idosos, crianças).

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
REFORMA PSIQUIÁTRICA E OS MODELOS DE ATENÇÃO EM SAÚDE MENTAL NO BRASIL | 40.0 h

EMENTA: A Reforma Psiquiátrica Brasileira. A luta antimanicomial. Os Equipamentos Substitutivos. Reabilitação Psicossocial. Clínica Ampliada e Conceito de Território. Saúde Mental na Atenção Básica. Núcleo de Atenção à Saúde da Família. Matriciamento. Rede de cuidados.
OBJETIVO: Propiciar ao aluno conhecimento relativo às mudanças ocorridas durante a reforma psiquiátrica brasileira, situando este movimento com relação aos seguintes eixos: teórico-conceitual, técno-assistencial, jurídico - político e sócio-cultural.Possibilitar que o aluno realize uma reflexão crítica a respeito deste tema, levando em conta os meios de comunicação de massa, as diversas instituições envolvidas neste processo e as diversas maneiras de se compreender o processo saúde-doença e loucura -normalidade. Propiciar uma aproximação com as novas práticas de atenção relacionadas aos equipamentos substitutivos, às dificuldades inerentes ao processo e os desafios colocados para o futuro.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
SAÚDE MENTAL NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA | 40.0 h

EMENTA: Definição de distúrbio psiquiátrico na infância e adolescência. Fatores etiológicos e quadro clínico. Relações sociais e distúrbios mentais. Institucionalização do menor. Psicanálise na infância.
OBJETIVO: Apresentar as patologias psiquiátricas da infância e adolescência mais prevalentes. Discutir os fatores etiológicos Analisar a relação dos fatores psicosociais e a saúde mental da infância e adolescência. Estudar estratégias de prevenção e redes de apoio à saúde mental. Estudar a questão do menor institucionalizado. Apresentar o desenvolvimento psicossexual sob a óptica psicanalítica.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
SAÚDE MENTAL NO CONTEXTO DA SAÚDE PÚBLICA | 20.0 h

EMENTA: A trajetória da assistência psiquiátrica e da saúde mental no Brasil - os primórdios da psiquiatria brasileira. As transformações das Políticas de Saúde no Brasil permeadas pela reforma sanitária. As repercussões desta trajetória para as atuais políticas de saúde mental e sua contribuição com o Movimento da Reforma Psiquiátrica Brasileira.
OBJETIVO: Propiciar conhecimentos acerca da trajetória da assistência psiquiátrica e da saúde mental no Brasil. Discutir sobre as transformações das Políticas de saúde no Brasil permeadas pela reforma sanitária, enfocando os principais acontecimentos. Refletir sobre as repercussões desta trajetória para as atuais políticas de saúde mental e sua contribuição com o Movimento da Reforma Psiquiátrica Brasileira.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO | 40.0 h

EMENTA:
OBJETIVO:

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo
USO E ABUSO DE DROGAS NA PRÁTICA DA SAÚDE MENTAL | 20.0 h

EMENTA: Definição de uso, abuso e dependência de drogas. Tipos de Drogas e Atuação no Sistema Nervoso Central. Drogas e Sociedade. Modelos de Tratamento. Grupos Especiais. Redução de Danos. Estratégias de Prevenção.
OBJETIVO: Possibilitar ao aluno o conhecimento dos pressupostos teóricos que fundamentam a etiologia e os modelos de compreensão da dependência química. Discutir e analisar a classificação do consumo: uso, abuso e dependência de drogas. Discutir e analisar os determinantes das condições de vida cotidiana e as possíveis relações com o uso, abuso e dependência de drogas. ]Possibilitar ao aluno o conhecimento dos pressupostos teóricos que fundamentam os modelos de tratamento.Discutir e analisar modelos e estratégias de prevenção.

Ementa:
$conteudo.campos.ementa
Objetivo:
$conteudo.campos.objetivo


Veja também


USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.


USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.