Logo da USF - Universidade São Francisco

logo usf
logo usf
06/09/2013

Reitor da USF recebe rondonistas da operação Forte do Presépio

Reitor da USF recebe rondonistas da operação Forte do Presépio

O reitor da Universidade São Francisco (USF), Prof. Hector Edmundo Huanay Escobar, encontrou-se nesta terça-feira, dia 27 de agosto, com os alunos rondonistas Felipe Camargo de Carvalho, Josiane Angelica Mesquini e Tábata Aparecida Ferreira dos cursos de Medicina, Farmácia e Arquitetura e Urbanismo dos Campi Bragança Paulista e Itatiba, respectivamente.

Na ocasião, houve a entrega dos certificados de participação na operação Forte do Presépio. Além dos alunos, também estiveram presentes: o vice-reitor, Prof. Joel Alves; a pró-reitora de Ensino, Pesquisa e Extensão, Profa. Iara Andrea Alvares Fernandes; a diretora do Campus Campinas e coordenadora do Núcleo de Extensão Universitária (NEXT), Profa. Luciana Parada; a assessora de Projetos de Extensão, Profa. Débora Reis Garcia; e os professores Paulo Carobrez, Adriano Lopes, Julio Benites e Cristiane Suarez envolvidos no projeto.

De acordo com o reitor, a USF tem investido esforços para o desenvolvimento do projeto e atividades de pesquisa. "Para a USF não se trata somente do registro, os participantes serão multiplicadores desse ato e dessa nova percepção de experiência de vida", afirmou Prof.Hector.

Para a Profa. Luciana, além de oferecer a oportunidade de conhecer novas culturas, costumes e valores, o projeto é uma oportunidade de exercer cidadania. "É um privilégio pensar que de uma forma sutil podemos mudar um pouco a realidade. Nossos alunos e docentes tiveram essa vivência e voltaram como seres humanos melhores", comentou Prof. Luciana.

Rondonistas

O aprendizado humano é indiscutível entre os participantes. "A parte que mais me tocou foi a troca de conhecimento e, com isso, passei a admirar mais os professores. Por um período, me senti como um deles. Impossível não nos emocionarmos com simples gestos de consideração, como um sorriso. O vínculo foi bem forte nesses 15 dias, iremos sentir falta", disse Felipe.

Prof. Julio contou como foi a chegada do grupo no local. "Essa operação foi muito especial, a comunidade parou para nos recepcionar, ficou um vínculo muito positivo e a disposição da equipe foi fantástica". "Falar não é fácil, vamos levar essa lição para o resto da vida. Sentimos como a comunidade é carente, mas aprendemos muito mais do que ensinamos", comentou Josiane.

Para o Prof. Adriano Lopes, que participou pela primeira vez do projeto, o ‘batismo' não poderia ter disso melhor. "O Rondon não se explica, você apenas sente, escutei isso quando conheci o projeto e é realmente isso que acontece, a experiência transforma, faria tudo de novo com o maior prazer", ressaltou.

"Como sabiá (apelido dado no projeto) tenho meu canto renovado e trago comigo a certeza de que a semente plantada florescerá", observou a Tábata.

Projeto Rondon

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população.

O Projeto Rondon é realizado em parceria com diversos Ministérios e tem o apoio das Forças Armadas, que proporcionam o suporte logístico e a segurança necessários às operações. Conta, ainda, com a colaboração dos Governos Estaduais, das Prefeituras Municipais e de empresas socialmente responsáveis.

As ações do projeto são orientadas pelo Comitê de Orientação e Supervisão do Projeto Rondon, criado por Decreto Presidencial de 14 de janeiro de 2005. O COS, como é conhecido, é constituído por representantes dos Ministérios da Defesa, que o preside, do Desenvolvimento Agrário, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Educação, Esporte, Integração Nacional, Meio Ambiente, Saúde e da Secretaria-Geral da Presidência da República.

A Operação Forte do Presépio foi realizada no período de 6 a 22 de julho, nos Estados do Pará e do Maranhão, em 30 municípios da região, com intuito de mostrar aos universitários a realidade de um Brasil muitas vezes desconhecido, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico do país.

A USF foi uma das 30 instituições de Ensino Superior que participaram da operação. "A participação em seis edições do Projeto Rondon demonstra o compromisso da USF com a formação do aluno para o trabalho e para a cidadania, assim como o engajamento e esforço da instituição em participar e ter os projetos aprovados, mobilizando corpo docente, discente e colaborardes", explicou a Profa. Luciana.


Palavras-chave:
COMENTÁRIOS DESTA NOTÍCIA
COMENTÁRIOS DESTA NOTÍCIA
Nenhum comentário cadastrado, seja o primeiro a comentar esta notícia!
faça seu comentário
faça seu comentário
Seu nome
Seu e-mail
Sua mensagem


USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.


USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.