Logo da USF - Universidade São Francisco

logo usf
logo usf
Pesquisa

Iniciação à Pesquisa

Iniciação à Pesquisa

Perguntas frequentes - Professores

Clique sobre o assunto de seu interesse para saber mais:

1) O que é o Programa de Iniciação Científica, Tecnológica e de Extensão da USF?

 A USF conta com um Programa de Iniciação Científica, Iniciação Tecnológica e de Extensão (PICITExt) voltado para o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação do ensino superior. Esse programa tem como objetivos contribuir para a formação e inserção de estudantes em atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação, qualificar alunos para os programas de pós-graduação Stricto Sensu. Também permite complemento da formação pessoal, aprimoramento de conhecimentos e preparo para a vida profissional do aluno participante, formar recursos humanos para o fortalecimento da capacidade inovadora das empresas no País, contribuir para a formação do cidadão pleno, com condições de participar de forma autônoma, criativa e empreendedora na sua comunidade.

2) O que é NPA e qual o contato?

 Núcleo de Pesquisa Acadêmica - NPA - é responsável por fomentar, regulamentar e avaliar a pesquisa acadêmica no âmbito da UAF. Ele é responsável, também, por fomentar os projetos de iniciação cientifica, cuja seleção acontece anualmente por meio de editais específicos. O contato do NPA é: pesquisaacademica@usf.edu.br.

3) Quais os programas de Iniciação Científica, Tecnológica e de Extensão existentes na USF?

 Na USF existem os programas:
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - PIBITI/CNPq – com verba orçamentária concedida pelo CNPq.
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Científica – PIBIC/CNPq, com verba orçamentária concedida pelo CNPq.
  • Programa de Bolsa-Auxílio de Iniciação à Pesquisa Científica,Tecnológica e Extensionista (PROBAICITExt/USF), com verba orçamentária da Universidade São Francisco.
  • Programas externos à Universidade São Francisco, com verba orçamentária concedida por órgãos de fomento públicos ou privados.
  • VOLUNTÁRIOS - uma modalidade de participação em Iniciação Científica sem o recebimento de bolsa.

4) Onde eu posso encontrar as Normas, Regulamentos e Formulários dos programas de Iniciação Científica, Tecnológica e de Extensão existentes na USF?

 As Normas dos Programas de Iniciação científica e/ou iniciação tecnológica estão disponíveis no endereço eletrônico: Normas e Portarias.

5) Quais requisitos eu devo observar para participar como Professor Orientador de Iniciação Científica, Tecnológica e de Extensão existentes na USF?

 Os requisitos necessários para o professor se candidatar a orientador no PICITExt são divulgados em editais próprios , porém destacam-se as principais exigências:
  • ser professor pertencente do plano de carreira, de acordo com o regulamento do Magistério do Ensino Superior da USF;
  • não estar afastado ou impedido, por nenhum motivo, das atividades docentes na USF;
  • ter projeto de pesquisa vinculado a um dos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da USF homologados pelo NPS, ou ter projeto de pesquisa e/ou extensão pré-selecionado pelos Editais institucionais;
  • indicar, para candidato ao PICITExt, aluno com perfil e desempenho acadêmico compatíveis com as atividades previstas para iniciação científica, tecnológica e/ou de extensão, observando princípios éticos e conflitos de interesse.
  • São, ainda, requisitos para o candidato a orientador cujo orientando será financiado por órgãos de fomento públicos externos à USF:
  • ter titulação de doutor e produção científica, tecnológica ou artístico-cultural recente, divulgada nos principais veículos de comunicaçãode sua área, conforme exigência própria de cada órgão de fomento.

6) Como eu devo proceder para inscrever meu Projeto de Pesquisa em um dos programas do PICITExt/USF?

 O primeiro passo consiste em consultar os Editais publicados no site: Normas e Portarias.
Poderão ser propostos projetos de pesquisa e/ou extensão nas áreas de Ciências Biológicas eda Saúde, Ciências Exatas e Tecnológicas, e Ciências Humanas e Sociais, ou áreas temáticas previstas no Edital de seleção de Projetos de Pesquisa e/ou Extensão da Universidade São Francisco. Após escolha da área temática o professor deverá elaborar seu Projeto de Pesquisa, fazer o cadastro e submeter, por meio da plataforma, a documentação a seguir relacionada:
  • cadastro do projeto de pesquisa contendo todas as informações solicitadas na plataforma;
  • Projeto de Pesquisa e/ou Extensão vinculado a uma das áreas de conhecimento explicitadas no Edital e seguindo o modelo de Projeto de Pesquisa do Orientador modelo disponível na página da Pesquisa no site da USF.
  • link do Currículo Lattes.

7) Após inscrição de meu Projeto de Pesquisa, qual a próxima etapa?

 A próxima etapa consiste em aguardar a divulgação dos Projetos de Pesquisa selecionados. Caso o Projeto de Pesquisa do professor tenha sido classificado conforme Edital que divulga a o resultado da seleção de Projetos de Pesquisa e/ou Extensão da Universidade São Francisco, o mesmo deverá aguardar a publicação de outro Edital que abre inscrições e fixa critérios de seleção de alunos para o PICITExt. Nesta ocasião o professor deverá elaborar junto com seu aluno candidato, o Plano de Trabalho a ser executado no período previsto em Edital.

ATENÇÃO: Apenas os projetos de pesquisa e/ou extensão selecionados estarão aptos a receber indicação de alunos de Iniciação Científica, de Iniciação Tecnológica e/ou de Extensão. Professores que não se inscreveram e não tenham seus nomes publicados na lista de aprovados não poderão indicar alunos para Iniciação Científica. Logo abaixo segue um fluxograma do processo que ocorre em duas etapas:




8) Qual a diferença entre Projeto de Pesquisa e Plano de Trabalho?

 Projeto de pesquisa: é o projeto que o professor apresenta por meio de edital institucional destinado à inscrição de Projetosde Pesquisa da Universidade São Francisco, em datas pré-estabelecidas e que são divulgados no site. Neste Projeto o professor pode prever as respectivas orientações de iniciação científica, tecnológica ou extensão para o período de um (01) ano.  ATENÇÃO: A cada edital anual,o professor deverá fazer nova inscrição, mesmo que continue suas pesquisas,porém, desenvolvendo outras etapas do mesmo Projeto.

Plano de trabalho (do aluno): é o direcionamento que especifica em que e como o aluno irá trabalhar dentro do projeto do professor. Cada aluno deve ter um plano de trabalho único, detalhado, individualizado e com o respectivo cronograma de atividades, ou seja, o professor não pode atribuir a dois alunos o mesmo plano de trabalho. Por Plano de Trabalho, entende-se um Projeto de Pesquisa menor, derivado do Projeto de Pesquisa proposto pelo professor. Cada Plano de Trabalho deverá conter TÍTULO, OBJETIVO(S), MATERIAIS E MÉTODOS/METODOLOGIA, CRONOGRAMA próprios ao Plano, possível de ser executado pelo aluno durante a vigência do Edital, ou seja, um (01) ano.

9) Quais são as condições para minha participação como Professor Orientador do PICITExt/USF?

 O Projeto de Pesquisa e/ou Extensão a ser avaliado por meio de Edital próprio contempla a participação de professores nas seguintes modalidades: como orientador ou como coorientador de iniciação científica, de iniciação tecnológica e de extensão do PICITExt. O Professor Orientador também poderá ser designado como Coordenador de Projeto de Pesquisa e/ou Extensão ou Professor Pesquisador Responsável pelas atividades de pesquisa podendo incluir em seu projeto apenas 01 coorientador também designado copesquisador do referido projeto. O projeto NÃO deverá prever a inserção de mais participantes além do Professor Orientador e Coorientador.

10) Quais são os requisitos necessários para um professor candidatar-se a orientador ou coorientador do PICITExt:

 Os requisitos necessários para o professor candidatar-se a orientador ou coorientador estão descritos em Editais próprios sendo os principais:
I. ser o professor pertencente do plano de carreira, de acordo com o regulamento do Magistério do Ensino Superior da USF;
II. não estar afastado ou impedido, por nenhum motivo, das atividades docentes na USF;
III. ter projeto de pesquisa vinculado a um dos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da USF homologados pelo NPS, ou ter projeto de pesquisa e/ou extensão pré-selecionado pelos Editais específicos;
IV. indicar, para candidato ao PICITExt, aluno com perfil e desempenho acadêmico compatíveis com as atividades previstas para iniciação científica, tecnológica e/ou de extensão, observando princípios éticos e conflitos de interesse.

11) Quantas bolsas são oferecidas?

 O número de bolsas oferecidas para cada programa é divulgado anualmente mediante os editais publicados dentro do PICITExt/USF. É muito importante observar que a solicitaçãodebolsa remunerada não é garantia de que o aluno virá a receber, esta dependerá da cota institucional, da disponibilidade e distribuição das bolsas de acordo com a classificação no Edital. As bolsas PIBIC/CNPq são destinadas aos PPGSS e as bolsas PIBITI/CNPq, designadas pela PROAP e PROEP.

12) Como é o processo de avaliação e de julgamento tanto dos Projetos de Pesquisa como Planos de Trabalho dos alunos?

 As propostas são analisadas pelo Comitê Institucional do PICITExt e pelo Comitê Externo, consultores ad-hoc, PROEPE e PROAP. A seguir estão alguns motivos de desclassificação:
a) descumprimento do edital;
b) inadequação dos Projetos de Pesquisa e Planos de Trabalho aos objetivos do Programa de Iniciação Científica, Tecnológica e de Extensão;
c) duplicidade de Projetos de Pesquisa e Planos de Trabalho;
d) projetos e planos de trabalhos iguais para diferentes orientadores e alunos;
e) falta de dados e documentação;
f) Planos de Trabalho ou Projetos que não se refiram aos Editais PROEPE/PROAP publicados no ano vigente.

13) Caso meu projeto não seja aceito, como e qual o período para requerer reconsideração?

 As solicitações de reconsideração deverão ser feitas pelo professor orientador, mediante requerimento pelo e-mail pesquisaacademica@usf.edu.br explicitando os motivos para tal solicitação, dentro dos prazos estipulados em edital.

14) Meu Projeto foi classificado no EDITAL PROEPE/PROAP que divulga a seleção de Projetos de Pesquisa e/ou Extensão da Universidade São Francisco no , como proceder?

 Isto significa que seu Projeto de Pesquisa passou na primeira etapa, para a segunda etapa, elaborar o Plano de Trabalho em conjunto com o aluno candidato à participação do PICITExt. O professor orientador é responsável pelo cadastro e inscrição do aluno, nesta segunda etapa. O modelo do Plano de Trabalho encontra-se no site. O cadastro do aluno deverá ser realizado na plataforma de pesquisa.

15) Terei direito às Horas-Atividade-Pesquisa-Extensão caso meu Projeto tenha sido classificado no EDITAL que divulga a seleção de Projetos de Pesquisa e/ou Extensão da Universidade São Francisco?

 Na primeira etapa, não. Será necessária a conclusão da segunda etapa. A atribuição de carga horária para Horas-Atividade-Pesquisa-Extensão somente acontece se, na segunda etapa, os Planos de Trabalho e Alunos candidatos, estejam entre os bolsistas selecionados do PICITExt conforme edital que divulga os classificados. Os professores orientadores, cujos alunos candidatos tenham sido selecionados às vagas não remuneradas do PICITExt, não terão atribuição de carga horária de Horas-Atividade-Pesquisa-Extensão, mas poderão continuar participando do processo caso tenham interesse em orientar os alunos de forma voluntária. A seleção de professores candidatos à remuneração por desenvolvimento de atividades de pesquisa e/ou extensão é feita pela PROEPE e pela PROAP, de acordo com interesses e demandas institucionais

16) Tenho um Projeto de Pesquisa aprovado, Plano de Trabalho e aluno aprovado como bolsista, só que no meu projeto está prevista a participação de um coorientador, como fica a questão da atribuição das Horas-Atividade-Pesquisa-Extensão?

 A atribuição de carga horária para Horas-Atividade-Pesquisa-Extensão somente acontece se, na segunda etapa, os Planos de Trabalho e Alunos candidatos, estejam entre os bolsistas selecionados do PICITExt conforme edital que divulga os classificados.

Em edital específico está previsto 8 horas/atividade de carga horária semanal para orientação, neste caso somente para o Professor Pesquisador orientador de um ou mais alunos, sem auxílio de coorientador. Caso o professor orientador tenha incluído um coorientador em seu Projeto de Pesquisa e/ou Plano de Trabalho do aluno, serão atribuídas 4 horas/atividade de carga horária semanal para o professor orientador e 4 horas/atividade de carga horária semanal para o professor coorientador.

Os professores orientadores, cujos alunos candidatos tenham sido selecionados às vagas NÃO remuneradas do PICITExt, não terão atribuição de carga horária de Horas-Atividade-Pesquisa-Extensão, mas poderão continuar participando do processo caso tenham interesse em orientar os alunos de forma voluntária. A seleção de professores candidatos à remuneração por desenvolvimento de atividades de pesquisa e/ou extensão é feita pela PROEPE e pela PROAP, de acordo com interesses e demandas institucionais

17) Meu Projeto NÃO foi classificado no EDITAL que divulga a seleção de Projetos de Pesquisa e/ou Extensão da Universidade São Francisco, posso solicitar reconsideração?

 Sim, mas antes de fazer a reconsideração avalie se seu projeto, documentos e informações estão conforme as exigências previstas em edital. As solicitações de reconsideração deverão ser feitas pelo professor orientador, mediante requerimento pelo e-mail pesquisaacademica@usf.edu.br explicitando os motivos para tal solicitação, dentro dos prazos estipulados em edital.

18) Meu aluno foi selecionado como bolsista, como posso orientá-lo em relação ao recebimento da bolsa?

 Se a Bolsa de Iniciação Científica for concedida através dos Programas do CNPq (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - PIBITI/CNPq ou Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Científica – PIBIC/CNPq), estas são pagas somente pelo Banco do Brasil. O professor poderá orientar o aluno que a conta deverá ser: individual (não pode ser conta conjunta); corrente (não pode ser conta poupança nem conta salário) e em nome do aluno. Se a modalidade da bolsa for do Programa de Bolsa-Auxílio de Iniciação à Pesquisa Científica,Tecnológica e Extensionista (PROBAICITExt/USF), esta poderá ser paga por qualquer banco, entretanto, deverá ser: individual (não pode ser conta conjunta); corrente (não pode ser conta poupança nem conta salário) e em nome do aluno.

19) Tive um Projeto de Pesquisa selecionado, mas o meu aluno não foi classificado(a) como bolsista e sim como voluntário(a) como proceder?

 Caso o professor orientador e o aluno tenham interesse em participar como voluntários, acessar o site para gerar o Termo de Compromisso do Aluno e Professor Oerientador. Assim que os Termos de Compromisso forem gerados, estes deverão ser preenchidos com os dados solicitados. Aluno e orientador devem assinar, incluindo uma testemunha. Após assinatura dos Termos de Compromisso os mesmos deverão ser enviados para o Núcleo de Pesquisa Acadêmica por email (documentos digitalizados) nos prazos estipulados. Professores e alunos classificados como voluntários mas que não desejam realizar a pesquisa nesta condição, não precisam entregar os Termos de Compromisso e serão considerados desistentes do processo. Os planos de trabalho selecionados e as atividades de pesquisa e/ou extensão a eles vinculadas somente poderão ser executados pelo aluno após assinatura de Termo de Compromisso por todos os executantes (incluindo o coorientador se for o caso).

20) Quais são as obrigações de um Professor Orientador ou Coorientador?

As obrigações do Professor Orientador ou Coorientador sempre estarão descritas em edital, sendo as principais:
  • I. orientar o aluno nas distintas fases do trabalho científico e/ou de extensão;
  • II. avaliar, no final de cada semestre, o orientando e emitir parecer sobre o trabalho de pesquisa e/ou extensão;
  • III. acompanhar a elaboração dos relatórios parciais e final do aluno, bem como a organização e apresentação dos resultados da pesquisa em eventos científicos;
  • IV. acompanhar o orientando na apresentação dos resultados da pesquisa no evento anual de IC, IT e Extensão da USF;
  • V. incluir o nome do orientando nas publicações e nos trabalhos apresentados em congressos e seminários, cujos resultados tiveram sua participação efetiva.
  • Também é obrigação do orientador emitir parecer sobre os relatórios parciais e finais, referentes ao desenvolvimento das etapas da pesquisa de iniciação científica, tecnológica e/ou de extensão e publicar um artigo científico, fruto do trabalho desenvolvido no período . O professor também deverá atender às atribuições descritas no Termo de Compromisso do professor.

21) Meu aluno tem dúvidas sobre o prazo mensal para o pagamento das bolsas, como devo orientá-lo?

 O pagamento das bolsas é sempre feito até o 10º dia útil do mês seguinte ao de referência.Por exemplo: se seu primeiro mês de vigência foi agosto, receberá a primeira parcela (referente a agosto) até o 10º dia útil de setembro.

22) Qual a carga horária meu aluno deverá cumprir para realizar suas atividades de pesquisa?

 Não há nas normas do programa e orientação sobre este assunto. Tanto bolsistas como voluntários devem discutir com seus orientadores a carga horária a ser cumprida para que os objetivos estabelecidos no plano de trabalho sejam alcançados.

23) Há um modelo para elaboração de projeto, plano de trabalho, relatório parcial e final?

 Sim, todos os modelos (com orientações para elaboração) estão disponíveis no site.

24) Meu aluno não poderá participar do Encontro de Iniciação Científica. O que devo fazer?

 Oriente seu aluno enviar uma justificativa de ausência (modelo disponível na página da Pesquisa COM DOCUMENTO COMPROBATÓRIO) até uma semana antes do evento, exceto para ausência por motivos imprevisíveis. Mesmo sabendo que não apresentará no evento, o aluno ativo no Sistema de Iniciação Científica possui obrigação de submeter o resumo, conforme o programa do Encontro de Iniciação Científica. A não submissão de resumo pelo aluno acarreta inadimplência para o aluno e para o orientador. Tais inadimplências podem comprometer a participação no edital do próximo ano.

25) Como oriento meu aluno a obter o certificado de participação na Iniciação Científica?

 Envie um e-mail para: pesquisaacademica@usf.edu.br com os seguintes dados:
Nome completo:
Nome completo do orientador: (dispensado no caso de certificado de monitoria)
Ano do edital em que participou / ano do EVINCI/EINTI:
Qual tipo de certificado precisa (de participação, apresentação, 1° lugar ou monitoria):
O certificado será enviado a você em resposta ao seu e-mail.

26) Como faço para renovar a participação de meu aluno no PICIText?

 Não há renovação.Todo processo de inscrição deve ser efetuado novamente a cada ano/Edital. Caso você queira continuar a pesquisa com seu aluno, converse com ele, juntos poderão escrever um novo plano de trabalho contemplando uma nova etapa do Projeto de Pesquisa, diferente do Plano de Trabalho apresentado durante o período da participação do aluno.

27) O aluno pode fazer duas Iniciações Científicas ao mesmo tempo?

 Não. Mesmo que seu aluno deseje fazer uma Iniciação com bolsa remunerada e outra Voluntária ou duas em uma mesma condição de remunerada ou Voluntária, não será possível.

28) Quem controla a freqüência de meu aluno (carga-horária)?

 O orientador.

29) Estou tendo problemas com meu aluno, o que devo fazer?

 Aconselhe o aluno a manter contato com você ou coorientador (se for o caso) durante o desenvolvimento do projeto. Procure esclarecer o aluno sobre suas dúvidas, ou encaminhe-o a procurar a solução na literatura pertinente ou utilizando outras fontes de consulta.

30) Meu aluno perdeu o prazo para envio de seu relatório o que devo fazer?

 Oriente seu aluno a enviar por e-mail para pesquisaacademica@usf.edu.br uma autorização para entrega do relatório fora de prazo, oriente-o a anexar um documento com as justificativas sendo que este deverá ser assinado pelo aluno e professor orientador. Se após análise houver deferimento favorável, o relatório deverá ser entregue imediatamente ou serão aplicadas as sanções descritas no Termo de Compromisso (cancelamento e restituição integralda bolsa com as devidas atualizações e o não recebimento do certificado para todas as modalidades).

31) O relatório de meu aluno foi reprovado o que devo fazer? Quais sansões implicadas?

 Os relatórios serão avaliados até aprovação final ou, se reprovados, serão emitidas as justificativas de reprovação incluindo prazo de 15 dias para adequação. Caso contrário, serão aplicadas as sanções descritas no Termo de Compromisso (cancelamento e restituição integralda bolsa com as devidas atualizações e o não recebimento do certificado para todas as modalidades).

32) A vigência de um ano pode ser estendida por mais tempo ou o prazo é inflexível?

 Não há renovação.Todo processo de inscrição deve ser efetuado novamente a cada ano/Edital. Caso aluno e orientador queiram continuar a pesquisa, ambos poderão escrever um novo plano de trabalho contemplando uma nova etapa do Projeto de Pesquisa, diferente do Plano de Trabalho apresentado durante o período da participação do aluno.

33) A bolsa cedida, quando oferecida pela universidade, sem vínculos governamentais, oferece algum tipo de apoio financeiro?

 O aluno receberá uma bolsa no valor estipulado conforme edital.

34) Quantos projetos um professor pode inscrever no Programa?

O professor poderá escrever o número de projetos que achar possível gerenciar. Não há um número restritivo de projetos por professor, entretanto, não poderá ocorrer a inscrição de projetos em duplicidade.

35) Quantos alunos e Planos de Trabalho um professor pode inscrever no Programa?

O professor poderá inscrever o número alunos e Planos de Trabalho que achar possível gerenciar. Não há um número restritivo por professor, entretanto, não poderá ocorrer a inscrição de alunos e Planos de Trabalho duplicidade.

36) Mais de um aluno pode desenvolver um único Plano de Trabalho?

 Não. Cada aluno deverá ter Plano de Trabalho individual e diferenciado caso o professor tenha mais que dois alunos. O aluno deverá apresentar individualmente seu trabalho desenvolvido com resultados parciais ou finais no Encontro de Iniciação Científica. Os Planos de Trabalho não poderão ser inscritos pelo professor em duplicidade, ou seja, o mesmo Plano de Trabalho para alunos diferentes. Caso o Professor tenha um Projeto de Pesquisa amplo, cada aluno poderá desenvolver uma etapa deste projeto, entretanto, com Planos de Trabalho e relatórios diferentes.

37) Quais documentos e/ou informações sobre o aluno são necessárias para o professor acompanhar, cadastrar, inscrever e elaborar o Plano de Trabalho no PICITExt?

  • Nome Completo:
  • CPF:
  • RA:
  • CRA:
  • CPA:
  • RG:
  • Curso:
  • Campus
  • Endereço:
  • Bairro:
  • CEP:
  • Cidade:
  • Estado:
  • Telefone 1:
  • Telefone 2:
  • E-mail
  • Link Lattes:
  • Título do Plano de Trabalho:
  • Bolsa Solicitada: (solicitar bolsa remunerada não é garantia de que o aluno virá a receber. Dependerá da disponibilidade e distribuição das bolsas de acordo com a classificação no Edital).
  • Interesse em participar como voluntário (caso aluno e professor não tenham sido classificados como bolsistas, estes deverão manifestar o interesse em participar do processo de forma voluntária ou não)
  • Plano de Trabalho

38) Não posso acompanhar meu aluno durante o Encontro de Iniciação Científica. O que devo fazer?

 Existe a obrigatoriedade do comparecimento do professor orientador no Encontro de Iniciação Científica. Caso não possa comparecer, é obrigatório o envio de justificativa de ausência para Pesquisa Acadêmica conforme modelo disponível na página de Pesquisa COM DOCUMENTO COMPROBATÓRIO até uma semana antes do evento, exceto para ausência por motivos imprevisíveis. O professor que não tenha acompanhado a apresentação de trabalho do aluno no evento, sem justificativa acarreta inadimplência para o orientador. Tais inadimplências podem comprometer a participação no edital do próximo ano.

39) O Projeto de Pesquisa e Plano de Trabalho aprovados na modalidade de bolsa PROBAICITExt/USF podem receber auxílio de bancada?

 Não. Entretanto alunos e professores orientadores poderão utilizar os laboratórios da universidade para a realização de seus experimentos mediantes solicitação de autorização formal desde que autorizados pelo diretor de Campus, Coordenador de Curso ao qual o aluno de iniciação científica estiver vinculado e responsáveis pelos laboratórios. O modelo de solicitação de uso de laboratórios encontra-se na página da Pesquisa no site da USF

40) Estou tendo problemas com o uso de materiais e equipamentos para minha pesquisa, o que devo fazer?

 Documente o que está ocorrendo, apresente as justificativas e encaminhe sua dificuldade ao NPA. O NPA avaliará o caso e verificará se a solicitação poderá ser atendida ou não mediante a disponibilidade e condições dos laboratórios.

41) Meu aluno está tendo problema para executar a parte experimental do projeto, o que devo fazer?

Documente o que está ocorrendo, apresente as justificativas e encaminhe sua dificuldade ao NPA. O NPA avaliará o caso e verificará se a solicitação poderá ser atendida ou não mediante a disponibilidade e condições dos laboratórios. Se hover atrasos, apresente as justificativas em seu parecer no relatório parcial ou final que o aluno deverá apresentar em cumprimento às exigências do PICITExt. O Caso será avaliado pelo Comitê Institucional de Iniciação Científica.

42) Preciso de equipamentos, reagentes e materiais que não estão disponíveis nos laboratórios da universidade. Como faço para requerer estes materiais e equipamentos?

 Os Projetos de Pesquisa e Planos de Trabalho devem ser elaborados de forma exequível, ou seja, dentro das condições oferecidas pela instituição, desde que não interfira no fluxo das atividades acadêmicas e estejam em acordo com as normas institucionais para uso de laboratórios. Equipamentos, reagentes e materiais não disponíveis permanecem sob de responsabilidade do proponente do Projeto de Pesquisa.

43) Tive problemas com a execução de uma etapa do meu projeto e isso implica em atraso das etapas seguinte. O que devo fazer?

 Estes problemas devem estar descritos no relatório do aluno. A etapa falha deve ser especificada e as ocorrências descritas neste relatório no item parecer do orientador. Em caso de relatório parcial deve-se elaborar novo cronograma, incluindo as respectivas justificativas, com anuência do orientador. Projetos e bolsas não são prorrogáveis. Ambos, orientador e aluno, passam a ser incluídos na modalidade inadimplentes com o programa até que o projeto seja finalizado.

44) Quando filiado a FAPESP e CNPq, é exigência que o orientador possua doutorado. Em relação ao PICIText, o professor orientador pode participar com qual titulação?

Quando filiado a FAPESP e CNPq, sim é exigência que o orientador possua doutorado, porém em relação ao PICIText, o professor orientador pode ser mestrando, mestre, doutorando ou doutor. Independente da titulação para o PICITExt é importante a produção científica e experiência na linha de pesquisa referente ao projeto.

45) Meu aluno quer saber se a Iniciação Científica pode ser utilizada para convalidar horas de Estágio e Atividades Complementares?

A possibilidade de a Iniciação Científica ser utilizada para convalidar horas de Estágio e Atividades Complementares dependerá do regulamento que norteia essas questões dentro do curso ao qual o aluno está vinculado, logo, cabe às coordenações de curso, mediante consulta de seus Projetos Pedagógicos de Curso, Regulamentos de Estágio e de Atividades Complementares, avaliarem se existe essa possibilidade.

USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.


USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.