logo capes
logo pós-graduação psicologia
 

Linha de Pesquisa





  1. Estratégias Interdisciplinares na Pesquisa Experimental Aplicada a Doenças:

Engloba projetos que investigam os mecanismos celulares e moleculares de doenças genéticas, infecciosas, inflamatórias e neoplásicas, os biomarcadores diagnósticos e prognósticos das doenças, bem como estudos de microrganismos patogênicos, em uma abordagem interdisciplinar e aplicada ao diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças com relevância em saúde pública.

*Os projetos que estão alocados nas linhas de pesquisa “Microbiologia Molecular e Clínica” e “Aspectos celulares de doenças genéticas, inflamatórias e neoplásicas” devem ser migrados para a linha de pesquisa “Estratégias Interdisciplinares na Pesquisa Experimental Aplicada a Doenças”.

  1. Farmacologia Geral e Clínica:

Contempla projetos voltados à prospecção e caracterização de novas moléculas e à identificação de alvos terapêuticos com potencial de aplicação clínica, além de processos farmacêutico, farmacocinético, farmacodinâmico integrados à farmacogenômica e farmacometabolômica, visando contribuir para o desenvolvimento de produtos e processos inovadores em saúde.

*Os projetos da linha de pesquisa “Farmacologia geral e clinica” devem ser mantidos e os projetos alocados na linha de pesquisa “Bioprospecção, desenvolvimento e inovação em produtos com potencial terapêutico” devem ser migrados para a linha de pesquisa “Farmacologia geral e clinica”.

 

Projetos vinculados a linha:

Avaliação do papel dos transportadores de poliaminas na formação de biofilme por Streptococcus pneumoniae e Klebsiella pneumoniae

O trabalho visa investigar o papel das poliaminas e seus transportadores na formação de biofilme e comunicação via quorum sensing em S. pneumoniae e K. pneumoniae. Para tanto, cepas mutantes para os genes responsáveis pelo transporte das poliaminas serão obtidas utilizando a metodologia CRIPR/Cas9 – que será padronizada em nosso laboratório – e comparadas às bactérias selvagens, quanto à habilidade de se comunicar via quorum sensing e formar biofilme in vitro e in vivo, visando caracterizar os mecanismos que possibilitem a inibição da formação de biofilme por estes patógenos.

Responsável: Prof. Thiago Rojas Converso

Caracterização dos mecanismos envolvidos na resistência às polimixinas em isolados clínicos de bacilos Gram-negativos

O projeto objetiva o estudo das polimixinas no contexto de determinação dos mecanismos de resistência, indução e seleção in vivo de isolados resistentes, assim como a avaliação e a padronização de testes para a determinação da sensibilidade às polimixinas e sua aplicação em pesquisa e em rotina clínica.

Responsável: Profa. Raquel Girardello

Cárie dentária na infância: fatores etiológicos, aspectos preventivos e relação com outras patologias

Controlar doenças de expressão mundial como a cárie na infância são grandes desafios para a saúde pública na atualidade. Por isso, pesquisas que possibilitem o estudo de fatores de risco (microbiológicos,moleculares, imunológicos, bioquímicos, psicológicos e ambientais) para essa doença e aspectos preventivos (selantes, tratamentos minimamente invasivos, laser de dióxido de carbono, aspectos psicológicos) devem ser estimuladas. Assim, o objetivo é avaliar a relação entre a cárie na infância e seus indicadores de risco considerando-se os aspectos preventivos. Para tal serão realizados ensaios in vivo (ensaios clínicos) e in vitro, envolvendo também os materiais biológicos coletados. 

Responsável: Profa. Thais Parisotto Ulmer

COVID-19: fatores sociais, demográficos, clínicos e laboratoriais no Brasil

A COVID-19 é a pandemia associada a infeção pelo SARS-CoV-2 que, desde 2019, acometeu milhões de indivíduos no mundo. O projeto visa compreender os fatores sociais, demográficos, clínicos e laboratoriais da COVID-19 no Brasil. Os estudos vinculados ao projeto buscam: (i) compreender a prevalência dos casos da COVID-19 e sua associação com os aspectos sociais e demográficos, bem como, a fatores de comorbidades na COVID-19; (ii) avaliar marcadores de diagnóstico da COVID-19, principalmente, pela análise metabolômica; (iii) compreender a microbiologia dos pacientes com COVID-19 ou com doença pulmonar com característica similar e como causa de Síndrome Respiratória Grave; (iv) compreender o melhor mecanismo de manejar o paciente com a COVID-19 durante a intubação para o controle do suporte respiratório; (v) compreender as políticas de saúde pública utilizadas na pandemia para o manejo dos pacientes com a COVID-19.

Responsável: Prof. Fernando Augusto de Lima Marson 

Estudo de fatores de virulência bacterianos com ênfase na produção de vacinas

O presente projeto prevê a análise de fatores de virulência bacterianos com potencial vacinal. A utilização de proteínas de superfície tem gerado resultados promissores em vacinologia. Estes antígenos, produzidos de forma recombinante em E. coli ou Pichia pastoris, serão testados quanto à indução de resposta imune protetora em camundongos. Será avaliada a produção de anticorpos e citocinas, bem como seu papel na proteção contra desafio com bactérias virulentas. Também serão investigados os mecanismos imunológicos envolvidos na proteção contra infecção, e o uso de adjuvantes para melhorar a resposta imune. Por fim, serão avaliadas interações específicas entre estes fatores de virulência bacterianos e moléculas-alvo no hospedeiro.

Responsável: Profa. Michelle  Darrieux Sampaio Bertoncini

Estudo de microbiomas e doenças infecciosas no contexto de avaliação de atividade antimicrobiana e caracterização de mecanismos de resistência aos antibióticos

Este projeto visa estabelecer uma relação entre os microbiomas humanos e a prevenção de doenças infecciosas. O projeto compreende a avaliação de atividade antimicrobiana de diferentes compostos, na busca de novas drogas específicas para o tratamento de microrganismos resistentes aos antimicrobianos, mantendo a integridade das microbiotas e seu papel protetivo para o organismo. Além disso, serão avaliadas novas estratégias de tratamento e prevenção de doenças infecciosas, visando a redução de mortalidade e melhoria na qualidade de vida dos pacientes.

Responsável: Profa. Raquel Girardello

Mecanismos de ação e caracterização in vivo e in vitro de novos agentes antimicrobianos

O aumento alarmante na resistência bacteriana aos antimicrobianos representa um dos maiores desafios da pesquisa atual na área da saúde. Dessa forma, o presente projeto busca avaliar novas estratégias de controle microbiano, tais como fagoterapia, peptídeos catiônicos, compostos naturais e moléculas modificadas, entre outros. Serão caracterizados os mecanismos e espectro de ação e aplicações biotecnológicas.

Responsável: Profa. Michelle Darrieux Sampaio Bertoncini

Mecanismos moleculares que regulam a expressão de genes de virulência em bactérias patogênicas

Klebsiella pneumoniae é uma bactéria Gram-negativa que recentemente tem se tornado um problema mundial de saúde pública devido ao surgimento de isolados clínicos multirresistentes e hipervirulentos. Componentes da parede celular são os principais e mais bem estudados fatores de virulência em K. pneumoniae, destacando-se a produção de LPS, cápsula polissacarídica, e fímbrias adesivas. Este projeto tem como objetivo identificar e caracterizar os mecanismos que regulam a expressão de genes de virulência em Klebsiella pneumoniae. Compreender como os fatores de virulência são regulados poderá contribuir para um melhor entendimento sobre a patogenicidade de K. pneumoniae.

Responsável: Prof. Lúcio Fábio Caldas Ferraz

A linha de pesquisa engloba projetos que investigam os mecanismos celulares e moleculares do desenvolvimento de doenças genéticas, inflamatórias e neoplásicas em uma abordagem interdisciplinar e translacional.

Projetos vinculados a linha:

Análise do perfil inflamatório e da expressão de genes em modelos de colite de exclusão de ratos

Colite de exclusão é uma doença caracterizada pelo desenvolvimento de processo inflamatório crônico na mucosa de segmentos do intestino grosso desprovidos de trânsito intestinal. A enfermidade apresenta aspectos clínicos, endoscópicos e histológicos semelhantes às doenças inflamatórias intestinais sugerindo bases etiopatogênicas comuns. O dano progressivo por interferir na expressão de genes relacionados ao controle do ciclo celular, é um dos fenômenos iniciais do desencadeamento do processo inflamatório, já sendo demonstrado sua correlação com desenvolvimento de displasias e neoplasias em portadores de doença inflamatória intestinal. Embora apresentem aspectos histológicos semelhantes, até a presente data não se estudou, experimentalmente, a correlação entre dano oxidativo do DNA e as alterações inflamatórias das células da mucosa cólica, em portadores de colite de exclusão. Da mesma forma, ainda não se encontra esclarecida a possibilidade do surgimento de displasias e neoplasias colorretais, em virtude da alteração da expressão de genes e proteínas reguladoras do ciclo celular decorrentes do dano oxidativo do DNA, em animais submetidos à colite de exclusão. O objetivo do presente estudo é verificar, experimentalmente, se existe interferência do tempo de exclusão do trânsito intestinal, no dano oxidativo do DNA, nas alterações histológicas e de expressão da proteína p53 no cólon de ratos submetidos à exclusão de trânsito intestinal

Responsável: Prof. Carlos Augusto Real Martinez

 

Aspectos genéticos e fisiológicos relacionados às doenças inflamatórias do trato respiratório

Avaliar se variantes genéticas atuam na presença e/ou gravidade de doenças genéticas que acometem o trato respiratório, incluindo a asma alérgica, fibrose cística e discinesia ciliar primária. Dentre os aspectos genéticos, a análise de genes associados à resposta inflamatória e entendimento da variabilidade fenotípica será o principal foco dos estudos. Adicionalmente, será realizada a análise do processo fisiológico associado às vias respiratórias e que responde às diferentes doenças ou traumas associados ao pulmão.

Responsável: Prof. Fernando Augusto de Lima Marson

 

Desenvolvimento de uma plataforma de xenoenxertos derivada de pacientes para avaliação de novas terapias direcionadas em linfomas agressivos de células B

Os linfomas agressivos de células B são clinicamente e patologicamente diversos e envolvem múltiplas vias de transformação. Adicionalmente, alterações de alguns oncogenes (MYC, BCL6), o aumento na expressão e / ou ativação constitutiva das vias BCR e PI3K, do sistema ubiquitina-proteassomo e de alguns fatores anti-apoptóticos da família de BCL-2 desempenham um papel fundamental na progressão do clone maligno e sua interação com o microambiente, o que está correlacionado com uma alta taxa de falha terapêutica. Para o desenho de novas terapias mais seletivas e mais adequadas à biologia desses linfomas, este projeto tem como objetivo principal a caracterização de novos fármacos antineoplásicos capazes de interferir especificamente com esses fatores, em modelos in vitro e in vivo de linfoma.

Responsável: Prof. Marcelo Lima Ribeiro

 

Respostas fisiológicas do exercício físico na pesquisa experimental aplicada à saúde e a doença

O exercício físico é uma das principais ferramentas para prevenção de doenças e auxílio em seus tratamentos. Para tanto, analisar as respostas fisiológicas oriundas de sua execução nos cenários saudável e doente permite, com ampla robustez, refinar a prescrição da intensidade e volume do treinamento físico. Dessa forma, o objetivo desse projeto é analisar, via espectrometria de massas, gasometria, registros de frequência cardíaca e demais marcadores séricos, as respostas oriundas do exercício físico quando aplicado ao sujeito saudável e doente.

Responsável: Prof. Leonardo Henrique Dalcheco Messias

 

Identificação e caracterização de polimorfismos de nucleotídeos únicos em genes e microRNAs envolvidos com a tumorigênese

O projeto investiga a identificação de polimorfismos de nucleotídeos únicos (SNPs) em genes e microRNAs envolvidos com as principais vias de sinalização oncogênica, incluindo o reparo do DNA e a via NF-kB, como fatores de risco na tumorigênese. Também, após a identificação de SNPs envolvidos com a suscetibilidade ao câncer, investiga a caracterização dos mesmos em linhagens celulares tumorais e amostras de tecidos tumorais de pacientes com câncer

Responsável: Profa. Manoela Marques Ortega

 

Investigação de metabólitos e reguladores gênicos envolvidos na epilepsia e outras desordens neurológicas

O projeto investiga os metabólitos envolvidos nos processos celulares e a identificação e caracterização de polimorfismos de nucleotídeos únicos (SNPs) em genes e microRNAs envolvidos com o processo epileptogênico, como fatores de risco para a epilepsia e de outras doenças neurológicas.

Responsável: Profa. Manoela Marques Ortega

 

Investigação de perfil metabolômico associado ao câncer através da técnica de espectrometria de massas

O diagnóstico precoce, a determinação do tipo e subtipo do câncer e a avaliação da resposta ao tratamento impactam profundamente no prognóstico da doença. O desenvolvimento de ferramentas eficazes para o prognóstico é de extrema importância para caracterizar o paciente individualmente e personalizar seu tratamento. A espectrometria de massas (MS) é uma técnica bastante apropriada para a análise dos metabólitos em um nível global (metabolômica), por ser rápida, sensível e fornecer informações estruturais sobre as moléculas de interesse. Nesse projeto, propõe-se a caracterização de células (in vitro), tecidos e fluidos biológicos de pacientes com diferentes tipos de câncer, sensíveis e resistentes a diferentes terapias, utilizando um estudo metabolômico por espectrometria de massas.

Responsável: Profa. Andréia de Melo Porcari

 

Efeitos do treinamento físico combinado em mulheres com câncer de mama submetidas a Quimioterapia

O crescimento tumoral e o tratamento neoadjuvante induzem uma degradação da massa muscular e da aptidão aeróbia na mulher com câncer de mama. Esse prejuízo na massa muscular e na aptidão aeróbia pode aumentar a toxicidade e diminuir o efeito da quimioterapia. Visto que a realização do treinamento de força e do treinamento aeróbio, chamado de treinamento combinado (TC), é uma estratégia eficiente para aumentar a massa muscular e a aptidão aeróbia, o TC deve ser iniciado antes da quimioterapia para diminuir os seus efeitos adversos. Além disso, é sabido que o tumor consome grandes quantidade de glicose, devido ao seu metabolismo glicolítico. Visto que o TC pode diminuir a quantidade de glicose circulante, é possível sugerir que a diminuição da glicose circulante vai alterar o metabolismo do tumor, tornando-o menos apto a consumir glicose e então diminuir a sua proliferação. Assim, investigar a resposta clínica e molecular do treinamento físico em pacientes com câncer de mama é fundamental.

Responsável: Miguel Soares da Conceição

 

 

A linha de pesquisa tem por objetivo avaliar os aspectos farmacodinâmicos e farmacocinéticos, bem como o desenvolvimento de novos métodos e possibilidades terapêuticas.

Projetos vinculados a linha:

Disfunções urogenitais associadas às doenças cardiovasculares: tratamentos farmacológicos e não-farmacológicos

O projeto visa avaliar as alterações morfofuncionais e moleculares das disfunções urogenitais como ejaculação precoce, sintomas do baixo trato urinário e disfunção erétil, associadas à insuficiência cardíaca crônica e aos fatores de risco para as doenças cardiovasculares como obesidade, hipertensão arterial e diabetes. Além disso, o projeto propõe aprofundar os conhecimentos sobre modelos experimentais para avaliação dessas enfermidades e os mecanismos intracelulares envolvidos nas disfunções urogenitais com enfoque para a via de sinalização do óxido nítrico-guanilil ciclase solúvel-guanosina monofosfato cíclico (NO-GCs-GMPc) e a correlação com o estresse oxidativo e mediadores inflamatórios, a fim de, estabelecer novas possibilidades terapêuticas (tratamentos farmacológico e não-farmacológico) com ênfase na melhoria das disfunções urogenitais associadas às doenças cardiovasculares

Responsável: Prof. Mário Angelo Claudino

Efeitos antiobesidade de polifenóis na programação fetal em camundongos

A obesidade materna já foi caracterizada como fator programador de doenças na idade adulta e está associada à maior prevalência de sobrepeso e obesidade nas proles. O uso de compostos ricos em polifenóis contribui para o controle do ganho de peso, do perfil metabólico e para a melhora da composição da microbiota intestinal. Desse modo, o objetivo deste projeto é avaliar os efeitos do tratamento tardio e precoce com polifenóis sobre parâmetros metabólicos, epigenéticos em camundongos programados pela obesidade materna.

Responsável: Prof. Marcelo Lima Ribeiro

 

Farmacoclínica e modelos preditivos de correlação in vitro-in vivo de medicamentos

O projeto visa o estudo farmacológico-clínico de medicamentos e o estabelecimento de modelos matemáticos preditivos que descrevam a relação entre as características in vitro e a resposta in vivo de uma determinada forma farmacêutica. Outro foco do projeto é a utilização de técnicas de cromatografia/espectrometria de massas para estudos de farmacocinética e farmacometabolômica.

Responsável: Profa. Patrícia de Oliveira Carvalho

 

Priapismo e disfunção miccional na anemia falciforme: fisiopatologia e novos candidatos a fármacos

Pacientes com anemia falciforme apresentam priapismo e disfunção miccional. O projeto tem como objetivo identificar os mecanismos ainda desconhecidos da fisiopatologia do priapismo e da disfunção miccional. O projeto propõe ainda investigar o papel da hemólise intravascular na função do trato geniturinário inferior (pênis, bexiga e uretra) na anemia falciforme e avaliar o efeito farmacológico de novos e promissores compostos doadores de óxido nítrico e antioxidantes na anemia falciforme. Os protocolos experimentais consistem de estudo in vivo e in vitro assim como análise molecular (RT-PCR, western blotting, ELISA e imuno-histoquímica).

Responsável: Prof. Fábio Henrique da Silva

A linha contempla estudos de prospecção e obtenção de compostos a partir de produtos naturais, processos biotecnológicos ou modificações da estrutura química de moléculas, bem como as caracterizações química, biológica, farmacológica e toxicológica, visando ao desenvolvimento e estudos de aplicabilidade clínica desses produtos.

Projetos vinculados a linha:

Bioprospecção e investigação do mecanismo de ação de compostos naturais com potencial atividade anticâncer

Este projeto tem como principal objetivo realizar uma triagem em larga escala de compostos de origem natural com atividade anticâncer em cultura de células tumorais humanas 2D e 3D, além de investigar o mecanismo de ação destes compostos principalmente sobre as vias de morte celular. Espera-se, com este projeto, estabelecer novas moléculas que possam servir de modelo para o desenho de fármacos com potencial atividade contra a progressão tumoral, visando posteriormente realizar ensaios pré-clínicos com estes fármacos

Responsável: Profa. Giovanna Barbarini Longato

Biotransformação e avaliação biológica de novos compostos

O presente projeto propõe a modificação de compostos orgânicos através da utilização de organismos vivos ou preparações enzimáticas, visando um screening de atividades biológicas com o intuito de selecionar novos compostos biologicamente mais ativos que o seu precursor. A utilização de enzimas para a transformação de compostos orgânicos é cada vez mais utilizada como alternativa à síntese clássica. Os processos biotecnológicos poderão gerar novos compostos funcionais além de promover a ampliação do conhecimento sobre a relação estrutura/atividade destes compostos.

Responsável: Profa. Patrícia de Oliveira Carvalho

Caracterização de novos compostos e de matrizes biológicas por espectrometria de massas

Esse projeto propõe a utilização de técnicas de espectrometria de massas (MS, do inglês Mass Spectrometry) para o estudo e caracterização de tecidos e materiais biológicos utilizando-se preferencialmente técnicas ambientes de MS para este fim. Neste projeto, algumas aplicações de MS na área de saúde serão exploradas, como o método de triagem neonatal, estudos de bioequivalência de fármacos, determinação de biomarcadores para doenças, o estudo do metabolismo de drogas e fármacos, a caracterização de tecidos intraoperatórios, o imageamento molecular e a determinação de margens cirúrgicas. Também na área de alimentos ("foodomics") e produtos naturais, deseja-se estudar a forma como as moléculas são metabolizadas no organismo e seus impactos sobre a saúde do indivíduo.

Responsável: Profa. Andréia de Melo Porcari

Investigação da atividade farmacológica de compostos de origem natural em distúrbios do trato gastrintestinal em modelos experimentais com roedores

Avaliar efeito protetor e curativo de compostos de origem natural (extratos padronizados de espécies consideradas medicinais, compostos isolados de óleos essenciais ou de extratos) frente aos principais agentes agressores que mimetizem o curso de distúrbios gastrintestinais em humanos. Para tanto, serão realizados modelos experimentais em roedores (camundongos e ratos) a fim de avaliar o potencial farmacológico de diferentes espécies vegetais em modelos experimentais de úlcera gástrica e duodenal (úlcera induzida por ácido acético, droga anti-inflamatória não esteroidal, etanol, isquemia-reperfusão, polifarmácia, entre outros), diarreia, mucosite intestinal, doença inflamatória intestinal e refluxo gastroesofágico, verificando tanto o possível efeito protetor destes compostos bem como mecanismos de ação por qual atuam. Assim, serão realizadas análises macroscópicas, bioquímicas, moleculares e histológicas para verificar possíveis mecanismos de ações dos compostos avaliados.

Responsável: Profa. Raquel de Cássia dos Santos

Obtenção e desenvolvimento de novos compostos de interesse terapêutico a partir de venenos e secreções de animais

Para a obtenção de novas moléculas, a biodiversidade brasileira é uma boa alternativa, por ser uma fonte rica e desconhecida de novos compostos. Considerando que alguns animais, como marinhos e anfíbios, são pouco estudados do ponto de vista bioquímico, o uso de seus venenos e secreções é uma excelente estratégia para a obtenção de novas moléculas bioativas. Esse projeto consiste na bioprospecção in vitro e in sílico, fenotípica e alvo-dirigida, de moléculas a partir de animais marinhos, anfíbios, insetos, aracnídeos e répteis com atividades biológicas relevantes, voltadas ao interesse terapêutico. Moléculas puras e ativas serão caracterizadas por espectrometria de massas e técnicas espectroscópicas (RMN e IV) para posterior síntese de análogos e desenho de leads e hits, utilizando química medicinal. Provas de conceito serão feitas in vivo para validar a atividade biológica e dar continuidade ao estudo, com ensaios pré-clínicos e clínicos.

Responsável: Profa. Juliana Mozer Sciani

Recuperação de lesão em tendão calcâneo de ratos submetidos a diferentes métodos terapêuticos

O tendão calcâneo é um dos maiores, mais fortes e mais exigidos tendões do homem. Rupturas desse tendão são comuns, geralmente em atividades esportivas nas quais ocorre uma interrupção abrupta da carga aplicada ao tendão. Tanto a fase inflamatória quanto sua resolução são consideradas importantes para a cura adequada do tendão. O ácido hialurônico é um componente importante da cartilagem articular, eficaz na osteoartrite e usado em humanos após o reparo do tendão, embora não haja consenso sobre seus benefícios. O presente estudo, investigará os níveis de movimentação de ratos submetidos a terapia com corticoide e ácido hialurônico ou outros métodos terapêuticos, após modelo de indução cirúrgica de lesão no tendão calcâneo. Dessa forma, a variação no tempo de recuperação até a retomada da movimentação normal poderá evidenciar o possível potencial das terapias empregadas em acelerar a cicatrização de tendões.

Responsável: Prof. Ivan Gustavo Masselli Dos Reis