Logo da USF - Universidade São Francisco

botão de atalho p/ o Vestibular da USF
botão de atalho p/ o Vestibular da USF
logo usf
logo usf
botão de atalho p/ o Vestibular da USF botão de atalho p/ o Vestibular EAD da USF
13/12/2021

Estudantes de Iniciação Científica da USF marcam presença do 21° CONIC-SEMESP

Estudantes de Iniciação Científica da USF marcam presença do 21° CONIC-SEMESP

Entre os dias 07 e 10 de dezembro de 2021, a USF marcou presença na 21ª edição do CONIC – Congresso Nacional de Iniciação Científica, promovido pelo SEMESP (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo). Com o tema “PESQUISA MUDA O MUNDO”, o maior congresso de iniciação científica do País contou com a participação de estudantes da USF que realizam suas pesquisas através do Programa de Iniciação Científica, Tecnológica e de Extensão. O evento foi promovido de forma 100% online e síncrona, em razão da pandemia da Covid-19 e teve como objetivo identificar talentos e estimular a produção de conteúdo científico, além de viabilizar na prática os projetos apresentados pelos estudantes, por meio do exercício da criatividade e de conhecimentos adquiridos. Neste ano, foram apresentados mais de 1.200 trabalhos das diferentes áreas de conhecimento: Ciências Biológicas e Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas e Sociais e Ciências Sociais Aplicadas. A USF contou com a participação de mais de 30 estudantes de iniciação científica. 

Professores e estudantes também tiveram a oportunidade para manifestar suas impressões sobre o evento e a importância da iniciação científica. Professora Denise Priolli do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde “a participação nos congressos permite o desenvolvimento da comunicação verbal e oral, de extrema importância no desenvolvimento da carreira”. Sua orientanda, Livia Maria Ferreira comentou “apresentar o meu trabalho de iniciação científica no CONIC -2021 permitiu abordar um tema tão importante e ainda pouco discutido no âmbito acadêmico da medicina e na sociedade. Além disso, também pude assistir apresentações de outros estudantes de diversos estados do Brasil. Essa troca de conteúdos científicos é enriquecedora, promove muito aprendizado e estimula os estudantes a continuarem empenhados em suas pesquisas."

Para o professor Filipe Alves Coelho, Coordenador do Curso de Engenharia Química “os eventos científicos oferecem uma excelente oportunidade para exposição dos trabalhos desenvolvidos pelos nossos estudantes, na dose certa, aos desafios de apresentar para grandes públicos vencendo o medo da arguição. Facilitam a superação de diversas barreiras, comuns aos jovens pesquisadores”. Para sua orientanda, Camilla da Silva Ayres do curso de Engenharia Mecânica, “fazer parte de um projeto de iniciação científica e poder apresentá-lo em um congresso não é questão de status e currículo, é um desafio que nos leva a novas experiências, compartilhar conhecimento com outros estudantes e, com isso, incentivar os colegas a fazerem o mesmo”.

Estudantes do curso de Arquitetura e Urbanismo, orientandas da Profa, Jane Tassinari Fantinelli também relataram suas experiências. Para Rafaela Ferreira Carvalho, “buscamos um problema para o qual precisamos encontrar uma solução. Produzimos novas descobertas, melhoramos nossos raciocínios lógicos e o pensamento crítico. A iniciação científica contribuiu muito para a minha formação profissional e pessoal, e me ajudou a desenvolver meu trabalho final de graduação. Mariana Cene da Silva destaca “participar de um congresso como o CONIC é uma grande oportunidade para o incentivo à pesquisa, pois é a partir disso que nós estudantes conseguimos desenvolver nossa capacidade de oratória, de análise crítica e nos aprofundarmos em um assunto de nosso interesse, viabilizado por meio da iniciação científica que é a porta de entrada para a vida acadêmica”.

Professora Iara Tescarollo, Coordenadora do Núcleo de Pesquisa Acadêmica, reforça que a participação em eventos científicos se torna um instrumento valioso no desenvolvimento intelectual contínuo dos estudantes, e acrescenta que é possível desenvolver competências como observar, registrar, analisar dados, comparar, perceber evidências, fazer inferências, concluir, aprimorar o raciocínio e argumentar, estimulando formação daqueles com vocação para a pesquisa.

Veja mais comentários:

“Saber que todos os sete trabalhos submetidos foram aprovados e poder participar do CONIC, acompanhando os estudantes que oriento no programa de iniciação científica da USF trouxe muita alegria, sendo também uma ótima oportunidade para divulgação dos trabalhos já finalizados e em desenvolvimento. E, além de disseminar conhecimento sobre os temas tratados, como bônus, foi possível ampliar o networking e conhecer outras pesquisas”, comentou professora Priscilla Perla Tartarotti von Zuben Campos

“Sendo a primeira experiência em um congresso me deixou bem nervosa e ansiosa, a grande tarefa de transmitir para as pessoas que não conhecem o projeto de perto o que está sendo pesquisado. Fico extremamente feliz e realizada com a oportunidade e acabou sendo um reforço de que participar do programa de iniciação científica da USF contribui muito para meu crescimento pessoal e profissional”. Laura Bittencourt da Silva, estudante iniciação científica do curso de Psicologia.

“Olho ao redor e nada entendo

Mundo novo a desbravar

Que com o tempo vai se aprendendo

Que duro é o caminhar

Ao longe uma luz

Felicidade a se alcançar

Quando o trabalho termina

Na apresentação exemplar

Momento encantado e sublime

Para na memória guardar

A parceria entre corações

Envolvidos em se ajudar

Vamos todos, amigos

Agora mundo a desvendar

Em direção ao futuro

Na vida com outros a amar”

José Carlos Costa Júnior

Estudante iniciação científica, curso de Teologia

“Participar do CONIC 21 foi incrível, uma experiência muito enriquecedora, tendo a possibilidade de expor um trabalho que sempre almejei desenvolver, o que proporcionou novas construções e visões do projeto, para o aprimoramento e diferentes olhares de profissionais que possam agregar ainda mais no desenvolvimento deste. Com esta vivência estou obtendo grandes possibilidades de aperfeiçoamento tanto pessoal quanto profissional e acadêmico, me sentindo ainda mais motivada e grata de ter participado de um evento tão importante”. Ana Julia Franciscon, estudante iniciação científica, curso de Psicologia.

Confira os trabalhos apresentados:



Palavras-chave:
COMENTÁRIOS DESTA NOTÍCIA
COMENTÁRIOS DESTA NOTÍCIA
Nenhum comentário cadastrado, seja o primeiro a comentar esta notícia!
Faça seu comentário
Faça seu comentário
Seu nome
Seu e-mail
Sua mensagem

Código de verificação*


* Campos obrigatórios
Digite o código de verificação*

USF - Universidade São Francisco - Casa Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana | Todos os direitos reservados.


USF - Universidade São Francisco - Casa Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana | Todos os direitos reservados.